Erros de execução que estão deixando você mais lento

Faz algum tempo que não faz um novo RP? Temos algumas teorias por quê.

Você segue seu plano de treinamento religiosamente. Você é diligente no treinamento de força, treinamento cruzado e rolamento de espuma. Mas depois de colocar meses (ou anos) de trabalho duro, você ainda não está funcionando mais rápido. Apesar de todos os seus esforços, você não conseguiu quebrar a meia maratona de relações públicas que estabeleceu há dois anos ou correr 5 km em menos de 30 minutos. Então, o que acontece?

Antes de ceder à dúvida e pensar que não é capaz de correr tempos de corrida mais rápidos, certifique-se de que não está sabotando seu trabalho árduo fazendo qualquer uma dessas cinco coisas :

1. Correndo muito rápido

Quando seu plano de treinamento exige uma corrida fácil, você está realmente correndo em um ritmo fácil? A maioria dos corredores é culpada de não desacelerar o suficiente em seus dias fáceis. Correr devagar serve a dois propósitos: melhora sua capacidade aeróbica (quão bem seu corpo fornece oxigênio para seus músculos) e ajuda você a se recuperar de corridas de velocidade, diz Mary Johnson, uma treinadora da McKirdy Treined e da USTAF. Quão devagar você deve ir? Um ritmo fácil deve ser 1:30 a 2:00 por milha mais lento do que seu ritmo de corrida de 10 km ou abaixo de 60 por cento de sua freqüência cardíaca máxima, explica Johnson. "Mesmo essa regra é flexível", diz ela. "Você precisa ouvir seu corpo e realmente tornar as corridas fáceis um esforço onde você está correndo confortavelmente."

2. Correr muitos quilômetros

Correr muito sem gastar muito tempo para se recuperar entre os treinos pesados ​​ou sem reabastecer imediatamente após um treino tem consequências, diz David Ayer, fundador da RunRelated. "Correr é diferente de outros esportes porque mais treinamento não significa necessariamente sucesso", diz ele. "Se você colocar muito estresse em seu corpo, terá um desempenho inferior e potencialmente acabará ferido." Como saber se sua milhagem semanal é muito alta? Procure sinais como dor persistente, fadiga constante, irritabilidade, incapacidade de concentração, insônia e frequência cardíaca elevada em repouso, diz Johnson.

3. Força treinamento errado

Há uma maneira certa e uma maneira errada de os corredores treinarem. O tempo de seus treinos é essencial, diz Johnson. "Treine de força depois de completar seu trabalho de velocidade ou no dia seguinte a uma corrida de treinamento pesado", diz ela. "Se você está treinando para ser mais rápido, precisa priorizar a corrida para obter mais resultados da sessão de velocidade do que correr quando seus músculos já estão cansados ​​do treinamento de força." Outro erro comum no treinamento de força que Johnson vê os corredores cometerem é fazer os mesmos exercícios de peso corporal, como conchas e caminhadas com monstros, dia após dia. Esses exercícios ajudarão os corredores apenas em parte. "Os corredores precisam começar a levantar pesos reais para adaptar seus tecidos e musculatura às demandas da corrida."

4. Fazer movimentos durante o treinamento cruzado

Correr não é um esporte fácil. Corridas longas e treinos de velocidade são difíceis, então não é surpresa que você queira sentar em uma bicicleta ergométrica por uma hora enquanto assiste The Bachelor e chamar isso de treinamento cruzado. Se você quiser correr mais rápido, terá que fazer melhor do que isso. Johnson sugere tirar seus treinos de cross-training de máquinas de cardio enfadonhas e incorporar uma combinação de exercícios, como treinos com uma escada de agilidade, embaralhamento lateral e rastreamento de urso lateral por 45 a 60 minutos. "Incorporar uma variedade de atividades ensina o corpo de um corredor a se tornar mais eficiente e familiarizado com outros planos de movimento", diz Johnson.

5. Não ser honesto consigo mesmo

"Muitos atletas querem sucesso e querem ontem", diz Ayer. Paciência e persistência valem a pena. Se você está lutando para ver o progresso, dê uma boa olhada em seu registro de treinamento e seja honesto consigo mesmo, sugere Johnson. Você está levando a recuperação e a nutrição a sério? Quanto você dorme? Quais são os seus níveis de estresse? Nove em cada dez vezes, quando alguém não está ficando mais rápido, diz Johnson, "é porque está faltando uma peça importante do quebra-cabeça". Treinar de forma inteligente é mais do que correr algumas vezes por semana.

  • Por Jess Underhill

Comentários (3)

*Estes comentários foram gerados por este site.

  • electra n. schuch
    electra n. schuch

    Um bom produto

  • Urbiria Weiss Hall
    Urbiria Weiss Hall

    Nossa comprei e adorei muito boa e tenho economia e acho q o q e bom tem q compartilhar

  • Delminda Cordeiro Paulino
    Delminda Cordeiro Paulino

    produto muito bom!

Deixe o seu comentário

Ótimo! Agradecemos você por dedicar parte do seu tempo para nos deixar um comentário.